Proibidão do Metal Nacional: Collector’s Room Ameaçado

collectors

Metal Nacional – s.f. 1. Conchavo de canalhas com bandas à fim de tentar viver o sonho rockstar. 2. Panela formada por bandas medíocres e pessoas mau-caráter. 

Dito isso, o blog Collector’s Room está sob ameaça dos donos do Metal Nacional, a cúpula máxima, o Conclave itself. A ameaça com isso não é só pra eles, visto que se essa organização, o Conseglius Máximus Metal Nacionalis, fascista e dona do termo, resolver de fato processar os caras do blog por conta de um texto que expressa a opinião dos autores, nós deveremos parar de falar de metal na interwebs…

Eu me imagino sem poder falar mal do Behemoth =( Não quero perder a chance de poder expressar o que eu penso por aqui. Afinal, se nós perdermos isso pra dois patetas como esses merdas, vamo ganhar de quem?

PROPAGUEM O TEXTO, MÁ VONTADE, HAIL SATAN! Afinal, que idiotas como esses processem a internet toda….

Abaixo está o texto na íntegra:

Edu Falaschi e Thiago Bianchi: hipócritas do Metal nacional

Desde que o festival Metal Open Air foi anunciado em novembro do ano passado e começaram a aparecer as primeiras informações, quem acompanha notícias sobre Heavy Metal já ficou com um pé atrás: parecia um passo maior que as pernas para uma primeira edição. Muitas bandas nacionais e internacionais em um mesmo evento e isso pede toda uma estrutura gigantesca por trás.

Para quem tem amigos tanto no meio musical quanto técnico dentro desse cenário, as notícias nunca foram animadoras. Para variar, a maioria dos problemas estava sendo empurrada com a barriga naquela velha máxima brasileira de “vamos resolver tudo na última hora” e aí, tivemos todos os empecilhos nos últimos dois dias e que devem ainda causar muita dor de cabeça aos responsáveis da Lamparina Produções e Negri Concerts.

Veja bem, imprevistos sempre acontecem. As quatro edições do Rock In Rio também tiveram seus problemas e cancelamentos, mas tudo pode ser contornado com uma equipe competente por trás e muito, muito planejamento. O próprio Roberto Medina, criador e produtor dos RIR, sempre menciona o cuidado e antecipação que um evento desses deve levar para minimizar ao máximo os riscos.

Da minha parte, nunca existiu algum preconceito estúpido pelo festival ser em São Luís do Maranhão e não no Sudeste, onde resido. Pelo contrário, é óbvio que os custos para se fazer um bom festival por lá são muito mais plausíveis do que se o mesmo evento ocorresse em São Paulo. Fora isso, o fantástico público nordestino estava carente de grandes shows e o Metal Open Air seria uma resposta a tudo isso.

Infelizmente, o que vimos nos últimos dias foi a confirmação dos nossos temores: Descaso, incompetência, amadorismo e desrespeito aos fãs e bandas.

Tudo o que aconteceu no M.O.A está detalhado por aqui para se ler e tirar as próprias conclusões. O festival segue aos trancos e barrancos, mas o que mais me chamou a atenção, foi a reação de dois músicos que nos últimos meses bateram a mão no peito e falaram “Metal brasileiro é com a gente”, criando idéias como o “Dia nacional do Metal” ou divulgando manifestos no teor de “Levantem e gritem” e “público paga pau de gringo, vamos prestigiar a cena nacional”. Me refiro, claro, a Edu Falaschi e Thiago Bianchi.

Pois bem, sobre o segundo, sua banda Shaman criou o hino do festival. Uma letra boba e infantil, que provavelmente cairá no esquecimento após tudo que tem acontecido. Mas o interessante, para quem defendia com unhas e dentes a união e fortalecimento de uma cena nacional, é que Thiago não se manifestou uma única vez sobre os problemas que as bandas brasucas estavam enfrentando com a produção do evento.

Para quem não acompanhou de perto, a Lamparina e a Negri não acertaram o cachê da maioria das bandas nacionais e algumas internacionais também até às vésperas de suas apresentações. Pior: seus representantes, a uma semana do evento, desapareceram do contato dos músicos e não respondiam mais às ligações. Com isso, os músicos estavam sem passagem aérea e hospedagem garantida.

Muitos ainda foram ousados e pagaram passagens do próprio bolso, mas chegando a São Luís, não conseguiram contato com alguém da produção perdendo tempo, dias de trabalho (muitos mantém trabalhos paralelos para o sustento) e, claro, dinheiro.

Mas onde estava o vocalista do Shaman para peitar esta situação como “símbolo” do Metal nacional e intermediar uma negociação? A única manifestação de Thiago em seu Twitter foi um irônico:

“É num valia a pena mesmo vir no MOA..Haha perderam! “

Perderam o que, Thiago? Nessa, meu amigo, quem perdeu foi você uma ótima oportunidade de ficar quieto ou se posicionar com seus colegas de bandas. É assim que você pretende unir a cena? Essa é a sua visão de evento bem feito e profissionalismo dentro do Heavy Metal?

Do outro lado, temos Edu Falaschi. Provavelmente o personagem mais polêmico do Heavy Metal nos últimos anos, sempre com suas declarações ácidas e, na grande maioria das vezes, desnecessárias.

Pelo menos em uma coisa, Edu agiu corretamente: não responsabilizou o público pela incompetência da produtora. O Almah já estava em São Luís do Maranhão quando todo o problema estourou, subiu ao palco e fez o seu show. A banda, aparente e curiosamente, não teve os contratempos de cachê e logística que quase todos outros nomes nacionais, com exceção ao Shaman, tiveram.

Mas daí, ao final do primeiro dia do “festival”, Edu não se conteve e soltou mais uma de suas pérolas (para não dar outro nome) no Twitter:

“OBRIGADO GALERA Q FOI AO SHOW! O MOA, MESMO COM PROBLEMAS, ESTÁ DE PARABÉNS! VALEU NEGRI E LAMPARINA PROD. TAMU JUNTO! É UM COMEÇO! \\\\m/”

Eu já disse uma vez e repito que esse rapaz precisa de um assessor de imprensa urgente! Com tantas notícias negativas sobre o evento pipocando pela imprensa (e já estou falando dos grandes portais), manifestações de bandas nacionais e internacionais sobre o amadorismo da produção e milhares de pessoas, fãs de Heavy Metal, indignados com os cancelamentos e estrutura do lugar que inclui tomar banho em bebedouro de cavalos e dormir em estábulos, o cara vai e solta uma nota dessas fingindo que nada acontecia de errado e os tais realizadores estavam de parabéns.

Francamente, amigo, é muita hipocrisia e cara de pau para uma pessoa só! É assim que se prega a união da cena nacional? Defendendo os interesses dos produtores e não das bandas, seus colegas de profissão? No mínimo, fique quieto e agradeça única e exclusivamente aos fãs que, mesmo com o show de horror em São Luís, ainda arranjaram condições de curtir a apresentação.

O que Falaschi e Thiago acham que vão conseguir com uma postura dessas? Não precisa ser muito inteligente para deduzir que será apenas a antipatia dos fãs e bandas de novo!

Na hora em que os dois precisam mesmo se posicionar, os caras vão para o lado negro da força. Porque não bastava ter acusado os fãs – os SEUS próprios fãs que deram um lugar ao sol – de “chupa rola de gringos” há poucos meses.

Vamos lembrar os nomes que cancelaram sua participação no Metal Open Air para que fique bem registrado: SaxonVenom, Rock ‘n’ Roll All Stars, Shadowside, Headhunter D.C, Stress, Terra Prima, Obskure, Unearthly, Expose Your Hate, Attomica, Andre Matos e Ratos de Porão. Isso até o momento! Não duvido que mais gente cancele.

Parabéns, Edu Falaschi e Thiago Bianchi! Agora vocês definitivamente estão marcados na história da música pesada como queriam. Mas como os maiores hipócritas do Heavy Metal nacional e o Metal Open Air, a irresponsabilidade do ano, realmente teve a cara de vocês!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Por: Vakka Veja todos os posts do
Embaixador do Intervalo Banger no Brasil
  • http://www.facebook.com/walterfernandes Walter Fernandes de Carvalho

    Efeito Cicarelli neles!

  • Ze Misanthrope

    Os caras tem uma procuração em 4 vias assinada pelo Tony Iommi pra serem os donos do Metal. A gente que tá por fora.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=1054316604 Paulo Fontenele

    é amigos da rede globo…ô jamaica.. kd a nota fiscal do metchal nacional?

  • http://www.facebook.com/people/Guilherme-Lima-De-Assis/779451324 Guilherme Lima De Assis

    FUDIDO! Tô espalhando também! http://nomoreinsanethanjesuschrist.tumblr.com/post/21726108722 m/

  • Luiz Tseaboth

    Procuração do Tony e endossa pelo Capeta in loco!!!!!!!!!!
    Esses caras são patéticos!!!!!!!!!!!
    Vakka, eles irão processar vc também??????

  • Tanianalli

    Hello Guys,
    Tive que deixar meu comentário sobre essa babaquice desses nobres senhores detentores do Metal nacional.
    Não se sinta honrado por ser processado pela dupla. Ano passado o prórpio Thiago Bianchi, sub o nome de sua produtora, mais seu nobre advogado, me ameaçaram de processo por ter chamado ele e seus amiguxos de falsários.
    Afinal, quem são esses dois? Dois puta playboys, que não cantam nada e vivem a margem de André Matos.
    Quem é Angra? Aquela banda, que fez feio no RIR,(quando poderia sim ter elevado o Metal nacional), desafinando mais que a Vanusa na Assembléia Legislativa!?!
    Ou o Sr. Thiago Bianchi, que até esses dias não era ninguém. Porque convenhamos, Shaaman, deixou de ser uma puta banda, quando André Matos e os irmãos Mariutti sairam.
    Mas gente da índole dos dois, se promovem através de “polêmicas” e processos e não pelo talento, como GRANDES bandas de metal brazuca, que por sua vez, souberam honrar os fãs que tem.
    Idiota é que defende e continua prestigiando esses dois idiotas.

  • Sr
  • Necrospyke

    As duas bonequinhas querendo implantar censura na internet… que bonito hein?

  • J. Martinberg

    hail satan

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=696276529 Thiago Silva

    Lição #1 da interwebs: NÃO EXISTE BOTÃO DE DELETE. 

  • guest

    Esse Edu e esse Thiago são duas bichas imbecis, fodam-se!!!

  • http://www.facebook.com/alinegcouto Aline Couto

    PAU NO CU DO EDU

  • Erolean Rocha

    Fuck-off “NEGRI E LAMPARINA PROD”. E em especial o cusão do “Felipe Negri” que no aeroporto olhou para minha cara e disse o seguinte: Não foi minha culpa, diante de meu questionamento e quando ele era vaiado e um grande couro ressitava bem alto “Ladrão”, se  os seguraças da infraero demora só mais ums minutos, muito provavelmente não sobraria mais nada deste infame farsante… Morte aos Falsos que rodeiam o “Metal Nacional”.

  • Andreza_jsantos

    Nunca tinha reparado nessa tattoo no braço do Edu! kkkkkk

  • Edgar

    Vai dar bola pra dois bobos que acham que kate bush, prince, toto, são heavy metal. Só dar um soco bem dado no meio da fuça que as meninas se borram.

%d bloggers like this: